Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2011

Escrever é traduzir o próprio destino

Escrever é traduzir o próprio destino          Hoje foi um sábado intenso, apesar de eu estar em casa e ainda haver um frio fora de época. Terminei um novo livro, Crítica da Razão Cibernética, que em coautoria com Cléverson e apoio de Patrick, está para ser um livro incrível, do pensamento do futuro. Também fiz algumas orações e um ritual teúrgico, a fim de afastar certa energia negativa que pela manhã talvez queria me assolar o espírito. Acompanhei somente ouvindo os detalhes da construção de local onde ficará meu novo escritório, e ainda pensei e até onde construo meu destino e até onde já está pronto, sendo uma obra de Deus? As águas do céu se abriram e me engoliram feito uma gigantesca baleia em alto mar.          Assisti ainda um filme onde um escritor é procurado por um jovem editor e este primeiro estaria parado por anos, após viuvez. O filme é com Joshua Jackson, um ator que eu já tinha presenciado em outro filme, Sociedade Secreta, e Clairi Forlani, lindíssima, e ele dessa