Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2012

Cura

Cura A cura vem quando a doença não tem mais a função que deveria ter. A função das doenças é fazer refletir, é para que o ser se foque em algum padrão negativo de pensamento ou de comportamento. E a doença se origina em algum desequilíbrio, mais do que do corpo físico. Vemos que a doença quer dizer algo. Muitas vezes algum mal que antes parecia incurável desaparece misteriosamente. Assim foram minhas fobias, por água e por dirigir. Muitas doenças se devem a heranças genéticas, a padrões antes familiares, por traumas e comportamentos inatos, ou reações que se formaram ao longo de gerações (medo de dirigir pode ser um antepassado que caiu de cavalo..). Assim entende a nova medicina germânica, de Dr Hammer, pela leitura biológica, feita muito por eletroencefalograma, onde se descobriria bioprogramantes, padrões de reação a traumas onde seriam criadas as doenças, ou despertadas. Há então uma memória evolutiva que cria as doenças como forma de se proteger de riscos a vida e sua m

patriotismo

Patriotismo O amor a pátria vem do amor a família, ao progresso espiritual e material da pátria. Nesse sentido já entendiam Charles Dickens e Funck Brentano. Dizia Sêneca que ninguém ama a pátria porque é grande, mas porque é sua. Mas nós também amamos porque é grande, continental.   Difere do ufanismo, que é mais uma falsidade e uma jogada de marketing, como entender o Brasil como país do futebol, do carnaval, de povo simpático, estátua de Cristo Redentor etc. Uma visão exagerada e quase nacionalista da pátria. Ser patriota também é amar o povo. Mas hoje não se pode entender aqui um povo sem a miscigenação, que de início era de índios, negros e portugueses. A pátria é principalmente o povo, o elemento humano e real, não símbolos livrescos. Não significa também xenofobia, onde se tem aversão extrema a outras nações. Pelo contrário, vemos cada vez mais pessoas espalhadas pelo mundo, levando suas bandeiras em estádios de futebol e outros esportes (o que revela certa contradição)

Cultura

Cultura A cultura e sua diversidade é o principal fator de desenvolvimento atual, e econômico. O turismo nos aguarda com uma explosão, haja vista as Olimpíadas e a Copa do Mundo, e o Brasil é bem visto no cenário mundial. Com o fim das grandes guerras mundiais, a criação da UNESCO fez com que a todo o custo da cultivasse a cultura da diversidade. Por antes existirem doutrinas raciais e intolerantes. Hoje o novo cerne econômico é essa diversidade, a exemplo de milionária rede social e site de pesquisa.                     Nesse novo paradigma de rede, todos são importantes. E é mesmo a diferença que atrai na cultura, o novo que se une ao antigo, a identidade cultural que supera a indústria cultural internacional, ligada a marcas e empresas famosas. O centro do mundo é onde moramos, no município, que agora é um município globalizado. Somos nós que diremos o que é cultura, quais são as expressões culturais.                     A cultura se diferencia de erudição acadêmica e de sa