VOZ




A voz de Deus criou todas as coisas, em espécie de mantra. Era o Verbo que era Deus. Cada tom de voz revela a individualidade de alguém. Um tom grave revela bravura, um agudo revela sensibilidade, assim também se parecendo em analogia com animais, e por consequência, a determinado atavismo.
Já as vozes do além podem ser sentidas e até gravadas. Se chama trans-comunicação instrumental, e tem uma pesquisadora brasileira estudando à tempo, Rinaudi. Para filósofo espírita Herculano Pires as vozes se devem a entidades. Chama Clariaudiência — Percepção de vozes estranhas, exclusivamente pelo sensitivo. No Espiritismo, percepção das vozes dos Espíritos, músicas e outros sons do mundo espiritual. E na Bíblia a palavra “Espírito” foi modificada por tradutores para dons espirituais. Para Quevedo as vozes são xenoglossia, manifestação do inconsciente de modo a teatralizar na manifestação.
Em PNL – programação neurolinguística, o filósofo brasileiro, Lázaro Freire  analisa:

Qualidade da voz:
a)     Tom
b)    Velocidade
c)     Volume
d)    Timbre
e)     Modulação
f)      Inflexões e quedas
g)     Pausas

Para ver se é um dos três tipos humanos: o visual, o auditivo e o cinestésico.

Visual=voz aguda
Auditivo= voz bem timbrada, média
Cinestésico=voz grave

Quando a pessoa ouve ela olha para a esquerda dela..  e se for esquerda e para baixo, ela tem diálogo interno..    
Exercícios
Memórias auditivas recordadas:

“Como era o tom de voz da sua mãe quando ela falava com você, na sua infância?”
“Lembra a sua música preferida? Toque ela aí em sua cabeça.”
“Toque o Hino Nacional em sua cabeça agora.”
“Ouça o Bolero de Ravel tocando em sua cabeça agora.”



A voz pode ser uma arma e a palavra é o Verbo simbolizado pela espada. Nesse sentido que jesus falou que traria a espada, pois é o verbo que parece ser o meio de se adentrar na consciência, a justiça infalível. Palavras podem ferir ou curar, podem fazer parte de meditações e orações que podem operar verdadeiros milagres. E a voz reflete uma palavra pronunciada pelo sujeito.
Deus sempre é representado através de uma voz, assim ocorreu com cortinas de fumaça, através de nuvens, Balaão até na sarça ardente. e Em pneumatologia – estudo do Espírito Santo, há referências no novo testamento sobre isso:
“O vento (pneuma) sopra (pneo - pnew ) onde quer, ouves a sua voz, mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo o que é nascido do Espírito.” Jo 3.8.
Lucas 3:22 – “e o Espírito Santo desceu sobre ele em forma corpórea como pomba; e ouviu-se uma voz do céu: Tu és o meu Filho amado, em ti me comprazo”.

Podemos entender uma verdadeira tipologia da voz, acompanhando a morfo-psicologia e a fisionomia, uma caracterologia. Estou escrevendo um livro sobre fisionomia e linguagem corporal e percebo que a voz acompanha a dinâmica de uma certa classificação de personalidades, Cada pessoa tem a voz que se adapta a sua personalidade e tipo, ainda podendo ter relação com arquétipos, se assemelhando a animais, elementos e podemos assim ver o auxílio do xamanismo. Vemos assim uma voz do elemento terra sendo muito grave, acompanhando a fisionomia de um sujeito que tem seu queixo, que representa esse mesmo elemento terra, muito protuberante. Contudo, assim como a fisionomia pode ser mudada, a voz também pode ser alterada. Uma voz fina pode indicar uma personalidade intelectual e introvertida, uma voz suave pode indicar um locutor de rádio e assim por diante. Também cada voz pode ser relacionado com espécies de animais, indicando um certo atavismo e uma relação xamâmica, com seu nagual, animal simbólico e que revela traços da personalidade.
Vemos que o cuidado com a voz faz as pessoas seguirem certos ritos que não são muitas vezes cientificamente comprovados, como candores e seus gargarejos antes de apresentações. Uisque e sprays acabam por anestesias e ser perigosos, podendo ocasionar lesões nas pregas vocais. Também pastilhas podem apresentar o mesmo inconveniente. Sobre mastigar gengibre não existe comprovação que tenha alguma utilidade a voz. O mel até faz bem, mas não combinado com limão, pois este resseca mucosas.
Nos homens além dos hormônios que mudam a voz na adolescência, ocorre um crescimento da laringe. Na velhice essa voz também sofre modificações, aproximando novamente homens e mulheres em seu tom. No início do terceiro ciclo de 7 anos ocorre essa influência, que também parece uma forma de representar um desenvolvimento do corpo astral ou de sentimentos. Isso mostra clara tática da natureza para simular uma voz mais magnética e participando de jogos de conquista. E voz é vibração, tem sua frequência e pode ser assim tanto destrutiva ou construtiva as células, aos 200 quintilhões de células de nosso corpo, ao conversar com cada uma, com sua consciência individual.

A energia da voz aparece principalmente nas vogais, que têm poder curativo e energizador. Das 5 vogais cada uma está relacionada a uma parte do corpo, e assim podem ser vibradas em separado ou em conjunto. O nome Jeová ou Ieouvah vibrado pode ser a cura de muitos males. Há meditações orientais, gnósticas e taoistas com sons, e pela experiência se comprova o seu efeito. Os mantras e mesmo cantos e cânticos também comprovam o poder transformador da voz, sua relação com o divino e até iluminação do ser. O mantra Aum ou Om é o mais famoso e é a prova da melhora energética através da voz e do som.

Excerto de programa de rádio Filosofia é liberdade, que é transmitido às 21:40 dos Sábados, na rádio Liberdade FM, 87,9, de São Bento do Sul, junto a Cléverson Israel Minikovsky

Comentários

  1. A voz é aquilo que vibra no mundo espiritual e que assume aspecto mesofísico no mundo empírico através da acústica. Obrigado Jeoshua, pela minha voz, que ela sempre lhe bendiga, Soberano Deus. CLÉVERSON ISRAEL MINIKOVSKY

    ResponderExcluir
  2. BOA NOITE AMIGO..HOJE PODEREI OUVIR O PROGRAMA..MAS ESSE ARTIGO TEM MAIS DETALHES E MATERIAL EXTRA.. ABRACO IRMAO..E Q A VOZ DE DEUS NOS FALE..SEMPRE

    ResponderExcluir
  3. Tenho muito interesse no tema ,observo bastante a voz das pessoas...e vc o explorou por vários ângulos...muto bom!
    A palavra pode curar e pode matar...
    Jesus ja asseverava esse fato qdo disse:
    “o mal não é o que entra, mas o que sai da boca do homem”
    Então usemos esse dom , para o amor ,para a ajuda e para o bem...

    ResponderExcluir
  4. OI CLAUDIA..A VOZ PODE FERIR..ISSO FALEI NO PROGRAMA.. MAS JESUS PARECIA CURAR TAMBEM..QUANDO FALOU AO COXO..LEVANTA-TE.. FOI A VOZ QUE O FEZ ANDAR..ABRACO E VOLTE SEMPRE

    ResponderExcluir
  5. OI BERENICE.. O TEXTO FOI MERO ESQUEMA PARA PROGRAMA DE RADIO..TEM ERROS..E COLOCAREI NO LIVRO.. UM ABRACO E VOLTE SEMPRE A COMENTAR..OBRIGADO

    ResponderExcluir
  6. OI BERENICE.. O TEXTO FOI MERO ESQUEMA PARA PROGRAMA DE RADIO..TEM ERROS..E COLOCAREI NO LIVRO.. UM ABRACO E VOLTE SEMPRE A COMENTAR..OBRIGADO

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Medicina Oculta – Comportamentos que geram doenças

Por que às vezes nos achamos feios?

Paradoxos e mentiras do nosso tempo