MEDICINA OCULTA – IMPERADOR AMARELO



MEDICINA OCULTA – IMPERADOR AMARELO






“Uma árvore pode ser bela, mas sem raízes fortes, seca” Imperador Amarelo
      
O Imperador Amarelo tem muitas lições interessantes sobre medicina tradicional chinesa, e na lacuna que vemos hoje em dia, mesmo com exames de laboratório e toda uma tecnologia, falta uma informação de prevenção de doenças e males, a fim de que não estejamos sujeitos a excesso de remédios e tratamentos agressivos ao nosso organismo. A busca de soluções naturais, em especial através de hábitos, clima e alimentação, fará com que possamos viver melhor e em maior harmonia. Por sinal, o equilíbrio é o ponto chave nesse ponto de vista tradicional oriental. Para tanto, ver se a pessoa tem um tipo energético determinado fará com que já saiba o que poderá adquirir em males, e assim evitar determinados alimentos ou climas, e procurar também o tratamento correto. Equilibrar yin e yang ki, a energia vital e compreender certos movimentos e ciclos da natureza leva a que se encontre uma saúde perfeita.
       Sobre a saúde, havia três ou quatro grupos de homens que mantêm a boa saúde, segundo o imperador amarelo: os homens do espírito, os sábios, os filósofos e os dignos. Não se demora saber por que esse grupo, porque eles não se entregam a excessos e mantêm a temperança. A começar pela úlcera, diz o mestre que o excesso de alimento pode levar a mesma. Também ele fala que ‘o vento perverso é a causa de muitas doenças”. Em um clima mais severo de frio percebemos essa influência, mas em regiões mais temperadas de clima as pessoas esquecem que podem desequilibrar sua energia vital, seu qi, por se encontrarem em exposição a tal ladrão energético.
Também a influência e inter-relação entre os 5 elementos e os cinco órgãos, ou vísceras. Além da importância biológica de órgãos como coração, rim, fígado, baço e pulmão, há a relação destes com toda a natureza, com seus elementos, devendo para tal selecionar os alimentos corretos para não gerar doenças. Mas quais alimentos? Gordurosos ou não? Não se trata disso. O que influi nos alimentos é o seu sabor, sendo que são relacionados aos elementos e por correlação aos órgãos principais, para a energia e saúde. Assim determinados vegetais têm um sabor ou outro, e carnes também, legumes etc. A carne de boi é doce, a de carneiro é ácida. Cada um está relacionado a um órgão, que se estiver ruim, se deve evitar. Não se trata apenas de cuidar em sal, gordura e açúcar, ou em alimentos naturais ou não, mas em selecionar o sabor do alimento que trará a cura, bem como a não intensificação de mal de determinado órgão zang, os cinco que tratamos. Observou o mestre chinês que pessoas de diferentes regiões têm diferentes doenças, e tratamentos. Cada ógão zang tem aversão a um clima e assim gera a doença nesse clima, perdendo força nos outros, ou em determinada estação. Já ouvi relatos de pessoas que mudaram de endereço, para um clima diferente e se viram curadas de um mal que possuíam.
A doença é uma falta de energia que causa adormecimento ou dor, e assim se chama bi. E os remédios também podem ser selecionados pelo sabor (picante, amargo, doce, azedo etc). Fala o mestre em doenças diversas, até em epilepsia, que entende uma doença fetal, e que seria o qi que sobe e congela. Também trata os sonhos como reveladores de símbolos dos elementos, assim o sonho com água seria elemento água, mato e cogumelos com madeira, incêndio com falta de elemento fogo no coração etc. Esses detalhes fariam muita diferença na prevenção de doenças e na localização das mesmas, antes que ficam gritando em exames de laboratório de alta tecnologia. Também trata o mestre de uma tipologia, colocando a pessoa tímida como a que suporta mais a dor, enquanto uma aparentemente corajosa, não a suporta sem escândalo. Assim os distúrbios mentais são associados ao elemento fogo, devendo a pessoa evitar alimentos que atrapalhem isso. E situações como excesso de alegria seria tratado com espanto, o medo com alegria, e assim por diante. As compensações são curas que podem ser encontradas por intuição. Eis uma tabela com detalhes de curas:

Doenças
Curas
Do fígado
Facilmente curadas no verão. Sonha-se com mato e cogumelos quando esse elemento madeira domina. Evitar alimentos do sabor picante. Comer mais alimentos do sabor ácido: ameixa e gergelim.
Do coração
No verão longo. Evitar desgosto excessivo. Também o medo pode ser bi do coração. Sonha-se com incêndios e relâmpagos. Evitar alimentos do sabor salgado. Comer mais alimentos do sabor amargo: alho, damasco, carneiro, trigo etc.
Dos rins
Na primavera. Evitar roupas que tenham secado no fogo. Evitar alimento em excesso de sabor doce. Sonha-se com barcos afundando. Comer mais alimentos do sabor salgado (não com sal...): folhas de vagem principalmente e se carne, a de porco.
Do baço
No outono. Comer pouco e não comida quente. Evitar lugares úmidos e roupas molhadas. Evitar excesso de comida de sabor ácido (carne de carneiro, etc). O rosto tem aparência amarela e pálida. A repreensão o prejudica. Sonha-se com falta de comida. Comer alimentos do sabor doce: Tâmaras, arroz, carne de boi, etc.
Do pulmão
Evitar comida fria e a doença fica forte no inverno. Evitar muito peixe, pois produz tosse (excesso de yang ki). Evitar muito alimento do sabor picante. Comer sim alimentos de sabor picante: pêra, frango, etc.
Músculos.
Evitar muito alimento do sabor salgado e do sabor picante.
Geral
Dormir a noite, quando estiver cansado. Comer quando se está com fome, e não em excesso. Equilibrar as 5 emoções. Cuidar com ventos perversos e procurar o clima mais favorável a superar problemas que já teve, relacionando-os com elementos e estações correspondentes. Procurar alimentos que não provoquem o excesso de energia no órgão prejudicado. Observar os sonhos e os elementos que se mostram em seus símbolos. Cuidar com roupas, não as vestir muito quentes ou frias.


Comentários

  1. PARABÉNS MARIANO PELO EXCELENTE TEXTO SORE MEDICINA OCULTA. FIZ UMA LEITURA PRAZEROSA E ADQUIRI SABER. MARIA NERY

    ResponderExcluir
  2. Ao longo da vida, as pessoas buscam entender mais como funcionam, sabiamente vão adquirindo conhecimento sobre si e o mundo que as rodeiam em busca da saúde plena e da longevidade. Sábio é quem busca o equilíbrio entre si e o mundo em que vive. Muito podemos mudar em nós mesmo se observarmos ao redor e como funcionamos onde estamos, eu por exemplo sinto o frio exageradamente penso EU...gosto do sol, me sinto mais disposta no calor, mas não devemos ficar exageradamente preocupados com isso, Deus nos coloca frente a tudo que precisamos basta observarmos, e cada um é único esse é o grande desafio da FILOSOFIA...Ótimo texto Mariano, muito interessante e de grande ajuda para nós! bjinho

    ResponderExcluir
  3. Parabéns mestre, beijos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Medicina Oculta – Comportamentos que geram doenças

Por que às vezes nos achamos feios?

Paradoxos e mentiras do nosso tempo