Medicina Oculta – Comportamentos que geram doenças

Medicina Oculta – Comportamentos que geram doenças



         As doenças surgem sempre dentro de um padrão de comportamento e vibração mental. Isso se refere porque antes elas se manifestam em nossa energia, no corpo etérico e depois acabam por se materializar em corpo físico. Isso já compreendia Paracelso, a medicina tradicional chinesa, e compreende a medicina holística, medicina quântica e assim por diante. A vibração mental interfere no que somos e em nossa saúde. A cura vem pelo amor. Todo o padrão negativo de pensamento atrai energias deletérias, e assim vemos pessoas que persistem em teimosias, medos, ódios, luxúrias etc, que as levam além das doenças provocadas por excessos, outras que se relacionam a uma linguagem corporal, ou psicologia de correlação. Nesse artigo faço uma continuação de anterior, portem com tom mais prático. Vou propor a mudança de comportamento para quem tem algum dos sintomas que coloco em quadro seguinte, a fim de que cada um se observe ao nível de ver se há a cura ou se o mal persiste. Conhecendo a si mesmo cada um verá qual seu erro que provoca a continuidade do mal ou do problema físico ou psíquico. Talvez não um comportamento de negar o mal comportamento, mas um comportamento positivo que compense aquele primeiro. Acho que grande parte dos problemas, se não todos, somos nós mesmos que construímos, seja por karma ou por uma programação subconsciente que com sabedoria vamos superando. Assim os males vão sumindo. Parece também que tudo na vida é bom e serve de lição maior, uma vez que seria inútil tudo isso existir se não fosse para um propósito maior. A maior parte dos problemas se refere de como agimos com nossos corpos (energético, físico, mental etc) e de como temos consciência das coisas, não se escravizando a modas e apegos. A maior parte das pessoas é passiva em relação as coisas, mas nós que conhecemos um pouco de mística podemos melhorar, superando os inimigos. A forma mais certa de se superar muita coisa é manter o equilíbrio e fortalecer a força vital, com consequente aumento da função do sistema imunológico. Isso se refere a manter um equilíbrio da energia vital  ou Axé e procurar uma harmonia entre os 12 meridianos, que são caminhos energéticos em nosso corpo. A meditação favorece em muito nesse propósito. Assim controle mental e corporal é necessário, mas de modo algum negação da vida. É uma afirmação da vida que vejo colaborar a alegria e fortalecimento da imunológica. Mas antes temos de saber o que o corpo quer nos dizer com uma doença, e ver o processo disso tudo. No mais procure seu médico de confiança e siga as recomendações oficiais, juntamente com essas mudanças de comportamento. Vejamos o quadro:


SINTOMA
TRAÇO DE COMPORTAMENTO
Dor de cabeça

Problema com pai, marido ou figura de poder. Pode ser também com autoridade espiritual ou dúvida de Deus.
Dor nas costas

Excesso de responsabilidade. Carrega o mundo nas costas. Pode também ser revolta contra antepassados.
Diarreia

Recusa em absorver fatos da vida. Medo. Não absorve aprendizado de experiências. Deve aprender a chorar e a sentir mais as coisas, ser mais emotivo.  
Problema na Bexiga – e incontinência

Problema com a infância e relacionamento. Remoer muito os problemas. Não dá vazão as emoções e sexualidade.
Osteoporose

Sacrifica-se demais pelos outros e se sente mal por isso. Tem mau humor por servir. Pressiona-se.
Coceira, alergia, rinite e sinusite

Ser defensivo. Não quer ser tocada. Isolamento emocional e irritação com pessoas. Muito crítico. Alergia de alguém.
Psoríase

Problemas com regras e revolta contra autoridade. Falta de entrega emocional. Autoritário. Vive em rotina rígida ou militar.
Esquizofrenia

Mediunidade, inspiração e dom de curar. Tem de aprender a fazer caridade. Criança índigo.
Hemorróidas

Muito apego ao passado e arrependimento deste. Um tanto vitimista.
Ronco

Teimosia, não mudar de ideias, muito preso a velhos conceitos. Se acha dono da verdade.
Soluço

Tensão resultante de situação de ansiedade e medo. Dificuldade em, resolver raciocínio.
Impotência – ejaculação precoce

Falta de se realizar no ambiente onde vive. Relação inconsciente projetando mãe em parceira. Baixa auto estima. Autopunição.
Problemas com menstruação


Algum conflito com noção de feminilidade. Acha melhor a vida de homem. Pode se dever a educação errônea onde se vê suja. Moralismo.





Comentários

  1. Mariano Soltys: o mais problemático, o esquizofrênico, é o que possui a maior qualidade. Interessante a ideia. Espero que funcione mesmo.

    CLÉVERSON ISRAEL MINIKOVSKY

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em 2012 fui diagnosticada com esquizofrênia e de la pra nunca aceitei essa ideia .pois o que eu tinha vivido pra ter tal doença foi além do que pode se imaginar .hoje em 2019 estou num processo de curar intenso nonqual estou aprendendo a viver em sociedade coisa que ora mim dava raiva

      Excluir
  2. Bom dia amigo.. essa é opinião de Cristina Cairo em seu terceiro livro de Linguagem Corporal.. e ainda de muitos espíritas. abraço

    ResponderExcluir
  3. Meu querido filósofo, texto mto bom, é uma pena que as pessoas se deixem sofrer tanto até o físico ser atingido. Mas estamos caminho a passos largos para um "ser humano" melhor!
    abraço!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Por que às vezes nos achamos feios?

Paradoxos e mentiras do nosso tempo