Panlogia e sua própria regra


Panlogia e sua própria regra



Nessa yoga e tal você vai encontrar seu caminho. Não é nenhum caminho, a não ser seu próprio caminho. Seja de dor ou prazer, de onde você quiser, seja luz ou não, não importa. Não importa nada, nem o que você aprendeu ou não aprendeu. Vale que você sacou o que é seu caminho. Mande ao longe os conselheiros de plantão, delete mensagens com imagens bonitas. Faça a sua própria imagem em realidade. Cuspa no mal olhado. Dê o primeiro passo, pule com o para-quedas, morra simbolicamente. Deixe as coisas te levarem, o vento segurar, a gravidade te sugar. Faça seu ritual, seja o centro das coisas. Não delegue seu poder. Reconheça seu anjo, faça da gratidão um caminho onde você é o próprio caminho. Viva. Do seu modo vença ou perca, lute na batalha sem fim, tenha paz no coração. Grite para o eco divino de tua voz. Um panlogista não é medroso, e não se importa também se tiver medo. Gargalhe para esses livros tão aclamados, faça de tua vida teu próprio livro. Seja quem você sempre quis ser. Não se negue, não fale não. (…). Pense somente naquilo que te faz feliz. Evite o erro de errar, também não siga os avaliadores. Você é seu próprio mestre, e somente você pode te salvar. Os outros são apenas GPS para aquele caminho que existe em teu coração. Dance sem parar, sorria na noite do teu dia. Vista a tua roupa mais querida, sinta o teu corpo sem julgamento. Nada melhor que trocar de roupa, assim vista a morte do teu passado humilhante. Tua própria coroa está pronta, esteja preparado. Já passou o deserto, e o dilúvio, e o éter que não é você. Não seja cruel contigo mesmo. Perdoe-se. Pois o perdão maior é aquele que temos com nós mesmos. Esqueça tudo que já aprendeu.
Agora vamos a tua memória. O que você era? Não nessa vida, nesse momento, nesse erro. Lembre de tua glória, do que tu aprendestes sendo fera, herói, rei e princesa. Faça da tua reminiscência a eternidade da tua alma. Como alguém vai te ensinar o que você já sabe? Talvez essa seja a tua humildade, a de ser igual. Todos são um só, mas isso não importa. Importa você melhorar, evoluir. Será que evoluir não seria apenas relembrar? Saiba que você sabe muito mais que os outros julgam. Panlogista, reconheça a sua sabedoria e genialidade. Mas você não se acha inteligente? Em verdade você tem talento, sempre tem muitos talentos. Reconheça isso e prepare-se para a fama. Você odeia a fama? Não faz mal, quem se importa com rebanhos. Não tem força? Então encontre força onde está. Mas você acha que existe algo impossível? Não, não há. Sempre o milagre da magia vai te salvar. Não duvide de seu poder. Durma em paz, pois seu dia já foi uma conquista. Estar vivo é ser vencedor. Saiba que você tem milhares de vidas. Acorde outra pessoa, sorria e basta apenas colher os bons frutos. Mesmo frutos amargos são apenas uma lição, passagem para a ilha de Atlântida. Estude, medite, se exercite. Faça dos teus corpos, dos 7 uma verdade maior. Não durma na ilusão. Muitos acham que são o que são e se conformam. Esqueça de se conformar, faça sim um se afirmar. O desespero é apenas um grito interior de um desses seus corpos com mais sabedoria, parte do que está sub-consciente. Compreenda o símbolo da realidade, sorria para os acontecimentos. Esteja acima, sempre acima da realidade.

Comentários

  1. Mariano: quando vc diz acima da realidade, queira, talvez, dizer, acima da circunstancialidade. Concordo, porque a realidade é uma infrarrealidade. Devemos estar conectados com a realidade do mundo metaempírico. CLÉVERSON ISRAEL MINIKOVSKY

    ResponderExcluir
  2. MARIANO, DEVEMOS VIVER DENTRO DA REALIDADE, MESMO NESSA REALIDADE DA VIDA ENCONTRAMOS A DOR A ALEGRIA E O PRAZER DE VIVER AS COISAS POSITIVAS DA VIDA E ENCONTRAR FORÇA PRA VIVER AS DORES DA VIDA QUE MUITA VEZES FAZ DO SER HUMANO UMA NOVA CRIATURA. AMEI SEU TEXTO. ESTOU ANSIOSA PRA LER O LIVRO.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Medicina Oculta – Comportamentos que geram doenças

Por que às vezes nos achamos feios?

Paradoxos e mentiras do nosso tempo