EPISTEMOLOGIA ANIMAL

EPISTEMOLOGIA ANIMAL


Segundo místicos os animais têm alma-grupo e isso nos leva a pensar de uma certa forma a doutrina de Jung para o inconsciente coletivo humano. De certa forma essa doutrina é um substitutivo para a metempsicose, que também ocorreria nos animais. Ou seja, o seu cãozinho pode ser reencarnação de outro cãozinho. Essa alma-grupo que guia os animais e seu comportamento, sendo chamada por alguns de instinto.
A evolução da alma não se dá só do animal macaco para o homem, mas especialmente dos animais domésticos, que têm sua alma se individualizando, sendo em geral os animais inteligentes. Assim gato, cavalo, cachorro e outros podem evoluir para humanos, em sua alma. Também, fisicamente existia um outro humanóide que era a base do ser humano, sendo que o homem evoluiu e o macaco involuiu desse ser.
A alma humana e a animal são em geral as mesmas, apenas estando em estágio evolutivo diferente, e a animal se desenvolvendo mais fisicamente. Os anjos responsáveis pela evolução animal são uns e os pela evolução humana outros. Os animais são nossos irmãos mais jovens.
Pelo ocultismo o homem surgiu antes dos animais, por isso de Adão ter dado nome aos mesmos. Ocorre que o protótipo do homem era etérico ou espiritual. A Bíblia está certa.
A evolução e seleção natural darwiniana dos animais nada mais reflete que a evolução planetária, onde uns planetas ou corpos celestes destroem outros, o que em religiões e mitos se chamou de guerra de gigantes ou anjos e sua queda.
Os animais percebem os fantasmas, que para nos muitas vezes são invisíveis, além dos seus sentidos extras físicos. Eles antecipam mitos dos sentidos clarividentes que vamos ainda conquistar futuramente.
Os animais têm sua irracionalidade ou materialidade representada por sua coluna vertebral horizontal, simbolizando a haste da cruz. Já a vertical representa a celestialidade humana.
Curiosidades: Os animais que mais vivem são as tartarugas, sendo que em média cem anos e algumas até 152 anos, as de Marion. As abelhas nunca dormem. Elas também podem carregar peso correspondente a 300 vezes o seu próprio, mais que a formiga. O caracol pode deslizar sobre a lâmina de barbear sem se ferir. As águias se acasalam no ar. Minhocas podem ter 15 pares de corações. O pica-pau tem amortecedor em seu bico, o que não fere-o ao bater a cabeça. E ele tem bolsas de ar, algo que se assemelha ao nosso air bag.
(Excerto de programa de rádio Filosofia é Liberdade)

Comentários

  1. Penso que a grande mensagem do programa foi mostrar que de nada adianta eu ter uma ferramenta, no caso um sentido, que me permite extrair excelentes informações da realidade se essa informação é mal processada. O ser humano é menos reativo ao ambiente, ao menos do ponto de vista sensorial, mas tem a ímpar capacidade de processar melhor que outras formas de vida aquilo que atinge seu intelecto. CLÉVERSON ISRAEL MINIKOVSKY

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Medicina Oculta – Comportamentos que geram doenças

Por que às vezes nos achamos feios?

Paradoxos e mentiras do nosso tempo